Brasil enfrenta o Chile na despedida das Eliminatórias Sul Americanas

Já classificada, Tite confirma Ederson no gol, no lugar de Alisson. Marquinhos substitui Thiago Silva, machucado.

Ederson será o goleiro titular do Brasil, nesta terça-feira, contra o Chile. (Foto: Divulgação)
Ederson será o goleiro titular do Brasil, nesta terça-feira, contra o Chile. (Foto: Divulgação)

Se o jogo desta terça-feira é encarado como um amistoso para a Seleção Brasileira, que já está classificada, o mesmo não podemos dizer em relação a Seleção Chilena, que precisa da vitória para não depender de combinação de resultados para carimbar seu passaporte para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Mesmo com 38 pontos e já classificado, o Brasil quer fechar sua vitoriosa campanha com mais um jogo ganho. Em 17 jogos, a Seleção Brasileira conquistou 11 vitórias, 5 empates e, apenas, uma derrota. O ataque marcou 38 gols, enquanto a defesa sofreu 11, um saldo de 27 gols, o que a tornou a melhor seleção em todos os quesitos.

A mesma coisa não podemos falar do Chile, que ocupa a 3ª colocação, com 26 pontos, mesma pontuação da Colômbia, 1 ponto à frente de Peru (5º) e Argentina (6º), com 25 pontos e 2 pontos à frente do Paraguai (7º), todos com chances de classificação. Para não depender de uma combinação de resultados, o Chile precisa vencer o Brasil por qualquer placar, o que não acontece desde 1919 em solo brasileiro. São 27 jogos, com 21 derrotas e 6 empates. Para piorar a situação, os chilenos não vão contar com Vidal, suspenso pelo 2º cartão amarelo. O seu substituto Aránguiz é dúvida e Pavez deve ser o escolhido.

No Brasil, Tite já definiu que Ederson é o goleiro. O restante é o mesmo time que começou o jogo com a Bolívia, apenas com a entrada de Marquinhos no lugar de Thiago Silva, machucado.

Ficha Técnica

Jogo – Brasil x Chile (Eliminatórias Sul Americanas)

Data – 10 de outubro (Terça-feira)

Local – Arena Allianz Parque (São Paulo)

Horário – 20h30 (Horário de Brasília)

Árbitro – Roddy Zambrano (Chile)

Ass. 1. – Christian Lescano (Chile)

Ass. 2. – Byron Romero (Chile)

Brasil

Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Alex Sandro; Casemiro, Paulinho, Renato Augusto e Philippe Coutinho; Neymar e Gabriel Jesus.

Técnico: Tite.

Fonte: Correio Popular 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *